Utilizamos cookies próprios e de terceiros para coletar informação estatística do uso de nosso site e lhe mostrar publicidade relacionada com suas preferências mediante a análise de seus hábitos de navegação. Se continuar navegando, consideramos que aceita o uso dos cookies. Você pode mudar a configuração ou obter mais informações aqui.
Fechar
PlanetadeLivros
Olga Lengyel
Transilvania, Rumania, 19 de outubro de 1908
Nueva York, Estados Unidos, 15 de abril de 2001

Olga Lengyel

Transilvania, Rumania, 19 de outubro de 1908
Nueva York, Estados Unidos, 15 de abril de 2001

Olga Lengyel nasceu na Transilvânia, no império austro-húngaro, a 19 de outubro de 1908 e faleceu em Nova Iorque, a 15 de abril de 2001. Enfermeira sobrevivente do Holocausto, foi testemunha no julgamento de Bergen-Belsen e o seu depoimento contra o doutor Joseph Mengele foi avassalador.

Foi casada com o médico Miklos Lengyel, com quem trabalhava no Hospital de Cluj-Napoca antes de serem deportados para Auschwitz, em 1944. Quando chegaram ao campo, os seus pais e filhos morreram e o marido faleceu pouco antes da libertação.

Olga foi a única sobrevivente da sua família e descreveu as suas experiências neste livro.

A sua vida posterior ao Holocausto foi dedicada a manter viva a memória dos homens, mulheres e crianças que morreram em Auschwitz. O livro foi publicado dois anos depois de a Segunda Guerra Mundial terminar.

Albert Einstein ficou tão tocado pela sua história que lhe escreveu uma carta, a agradecer o seu «livro muito honesto e muito bem escrito».

Os Fornos de Hitler
Compre

Os Fornos de Hitler

Olga Lengyel

Um relato brutal de uma mulher que sobreviveu ao pesadelo de Auschwitz-Birkenau.

Compre
Sinopse de Os Fornos de Hitler

A HISTÓRIA REAL DE OLGA LENGYEL, UMA SOBREVIVENTE DE AUSCHWITZ.

«Ao organizar este registo pessoal tentei levar a cabo a missão que me foi atribuída por tantas reclusas minhas companheiras em Auschwitz e que pereceram de uma maneira tão horrível. Esta é a homenagem que lhes presto. Que Deus tenha as suas pobres almas em paz! Nenhum inferno que alguém possa conceber será capaz de igualar o que elas suportaram e sofreram.

Para ser franca, quero que o meu trabalho signifique mais do que isso. Quero que o mundo leia e se empenhe para que isto nunca, nunca mais volte a acontecer.

Pois não posso acreditar que depois de ler este relato ainda persistam dúvidas.»

Ao longo destas páginas, Olga Lengyel conta, na primeira pessoa e com detalhe, a vida no campo de concentração, os horrores cometidos pelos alemães que lhe levaram o marido, os pais e os dois filhos, as atrocidades sofridas e o que fez para sobreviver a estes anos de terror que a marcaram para sempre.

Um relato íntimo e sincero de uma mulher, enfermeira húngara, que sobreviveu ao pesadelo de Auschwitz-Birkenau. Uma experiência relatada de forma crua e chocante.

Publicado pela primeira vez dois anos depois de a Segunda Guerra Mundial terminar, este continua a ser um relato poderoso, de leitura obrigatória para que não esqueçamos um dos períodos mais terríveis da história da humanidade.

A HISTÓRIA REAL DE OLGA LENGYEL, UMA SOBREVIVENTE DE AUSCHWITZ.

«Ao organizar este registo pessoal tentei levar a cabo a missão que me foi atribuída por tantas reclusas minhas companheiras em Auschwitz e que pereceram de uma maneira tão horrível. Esta é a homenagem que lhes presto. Que Deus tenha as suas pobres almas em paz! Nenhum inferno que alguém possa conceber será capaz de igualar o que elas suportaram e sofreram.

Para ser franca, quero que o meu trabalho signifique mais do que isso. Quero que o mundo leia e se empenhe para que isto nunca, nunca mais volte a acontecer.

Pois não posso acreditar que depois de ler este relato ainda persistam dúvidas.»

Ao longo destas páginas, Olga Lengyel conta, na primeira pessoa e com detalhe, a vida no campo de concentração, os horrores cometidos pelos alemães que lhe levaram o marido, os pais e os dois filhos, as atrocidades sofridas e o que fez para sobreviver a estes anos de terror que a marcaram para sempre.

Um relato íntimo e sincero de uma mulher, enfermeira húngara, que sobreviveu ao pesadelo de Auschwitz-Birkenau. Uma experiência relatada de forma crua e chocante.

Publicado pela primeira vez dois anos depois de a Segunda Guerra Mundial terminar, este continua a ser um relato poderoso, de leitura obrigatória para que não esqueçamos um dos períodos mais terríveis da história da humanidade.

Livros de Olga Lengyel

Bibliografia de Olga Lengyel

Carregando...